Luiz Felipe Pondé – Guia Politicamente Incorreto da Filosofia (2012)

AVISO: o presente texto foi integralmente reproduzido do site da Unicentro Paraná. Link abaixo, no final.

“Alguns poucos carregam a humanidade nas costas”

NOTA: 9/10.

Pondé é um dos mais polêmicos pensadores do País e autor de uma das colunas mais discutidas da imprensa brasileira, publicada no jornal Folha de S.Paulo desde 2008. Graduado em Filosofia pela USP, é mestre em História da Filosofia Contemporânea pela mesma universidade e doutor em Filosofia Moderna pela USP/Universidade de Paris, além de possuir pós-doutorado pela Universidade de Tel Aviv. [Saiba mais].

O título desta resenha deixa bem claro aonde este livro pretende chegar e o quão desagradável ele pode ser para algumas pessoas, aliás, seu objeto é esse. O Guia Politicamente Incorreto de Filosofia é um livro que visa ser desagradável, principalmente para as pessoas politicamente corretas. São pautadas discussões de temas do cotidiano das pessoas, onde o autor toma um ponto de vista pessimista. O ser pessimista é no sentido de dizer “verdades” que todo mundo sabe, mas ninguém diz. O texto se caracteriza como um ensaio de ironia filosófica, onde os pontos de vista do autor são defendidos pautados na filosofia e na sua história, lembrando que filosoficamente a ironia visa demonstrar as verdades escondidas, uma vez que ela é muito próxima ao ceticismo, porém este é menos cruel que a ironia (esta humilha, e a mentira é considerada de ordem moral, portanto ela visa revelar a hipocrisia).

Os capítulos são curtos ensaios que discutem diversos temas, entre eles destacam-se: a discussão de fundamentalismos religiosos, do feminismo, a questão do belo, autoajuda, teologia da libertação, democratização do conhecimento, amor, natureza humana, etc.

Alguns pontos do livro são bastante polêmicos (não é uma coisa que qualquer um saia falando por aí). Por exemplo, se você acredita que todos os alunos são iguais do ponto de vista educacional, segundo Pondé isto é mentira, uma vez que até os professores sabem que alguns alunos são melhores que outros e assim é a sociedade de uma maneira geral. Outra polêmica abordada é que a igualdade ama a mediocridade e ela funciona a serviço da preguiça e do mau-caratismo, por exemplo, aliás, a questão de ”justiça social” (o próprio autor coloca o termo entre aspas) é bastante pautada. Ele também discute a democracia, segundo ele confiar no povo como regulador da democracia é perigoso, pois o povo é opressor e se contenta com pouco, aderindo assim facilmente a formas de totalitarismo e quando aparece politicamente é pra quebrar as coisas. Aliás, segundo ele a maioria do povo é idiota.

Os sistemas econômicos recebem uma atenção especial no livro. Um trecho que me chama bastante atenção diz que é duro ser gente, pois a maioria de nós é irrelevante, porém somos ouvidos porque somos consumidores. Não vou me adentrar aos argumentos, mas é uma leitura proveitosa no sentido de mostrar a sociedade por um viés diferente do qual estou [estamos] acostumado.


Título: Guia Politicamente Incorreto da Filosofia;
Autor: Luiz Felipe Pondé;
Ano: 2012;
Gênero: Filosofia;
Páginas: 230;
Idioma: Português.


Referências:

Autor da resenha: Maurício Cherpinski

2 comentários sobre “Luiz Felipe Pondé – Guia Politicamente Incorreto da Filosofia (2012)

  1. O ser politicamente correcto é o veneno da sociedade!

    “Aliás, segundo ele a maioria do povo é idiota.” – Não conheço o autor, mas já gosto dele só por causa desta passagem. E isto não é coisa cultural, está sim, intrinsecamente na génese humana. Temos os exemplos dos Memes, Ricardo. As pessoas acham muita piada aos memes, mas esquecem, e muitas não sabem que estes são o espelho de muitos dos problemas nas nossas sociedades. O meme é uma forma de descartar responsabilidades e de sermos maus uns para os outros de forma “irónica”! E agora que penso nisto, nunca partilhei memes, sobretudo com gatos que também dizem muito da personalidade da pessoa que partilha. Mas essa explicação ficará para outra altura.

    Partilho este vídeo do Pedro Calabrez que é uma chamada de atenção para os ignorantes:

    Curtido por 1 pessoa

Feedback é bom e eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.